É sua primeira vez por aqui? Entenda o blog: No dia 13/08/2010 eu criei este blog apenas para programar a minha viagem para a Itália... Ele cresceu muito, fiz muitos amigos e virou uma fonte de informações para muitas pessoas. Para melhor compreensão, ele foi dividido em três partes: 1) as pesquisas sobre cada cidade, atrações turísticas, gastos,... e o marcador que eu adoro: Entrando no clima, onde experimentei receitas, filmes, livros,... 2) A montagem do meu roteiro passo a passo: todos os dias estão na guia ROTEIRO FINAL; 3) O relato completo da minha viagem - todos os dias - com informações, dicas, gastos totais... etc. Estão na guia MINHA VIAGEM. Entre... o blog é seu!!! Aqui você vai encontrar informações sobre as cidades que eu visitei: Milão, Lago di Como, Turim, Verona, Pádova, Vicenza, Veneza, Florença, Pisa, Lucca, San Gimignano, Siena, Arezzo, Cortona, Cinque Terre, Assis, Roma, Pompéia, Capri, Sorrento, Positano e Nápoles... Este projeto foi finalizado pois estou com outro agora: http://www.toindoparaafranca.blogspot.com/ - mas entrarei aqui uma vez por semana para responder comentários, perguntas, etc... BOA VIAGEM À ITÁLIA!!!

sábado, 24 de setembro de 2011

Meu relato de viagem - dia 12 - Florença - Firenze

Bom dia, meus amigos...

Terminei Veneza... Ufa! Rsrs... Deu um pouquinho de trabalho, mas foi um prazer imenso dividir com vocês as minhas sensações em relação a esta cidade incrível, única e explêndida... Antes de começar Florença, quero explicar um quesito que já mencionei algumas vezes mas recebo comentários e emails perguntando o procedimento... Vamos lá:

Bilhetes de trem - Trenitalia - comprados pela internet: Quando você comprar uma passagem de trem no site do Trenitalia, eles automaticamente enviam para o seu email cadastrado no site um voucher com todos os dados da passagem. Você deve IMPRIMIR este voucher, levar com você e NÃO É NECESSÁRIO VALIDAR NAS MÁQUINAS e NEM TROCAR POR TICKETS NA BILHETERIA. Você simplesmente entra no trem correspondente, senta no seu lugar marcado e aguarda o controlador. Assim que ele chegar, você apresenta o voucher impresso. Ele vai conferir e devolver. GUARDE COM VOCÊ ATÉ O FINAL DA VIAGEM. E boa viagem...rs

PS: Nos posts sobre Veneza, não escrevi algo que achei muito legal: em uma ponte, vi um rapaz consultando o blog em um tablet... fiquei todo orgulhoso...Rs

Bem, continuando os relatos, deixamos uma das cidades mais famosas e comentadas do mundo - Veneza - para ir para outra, com os mesmos adjetivos: Florença - Firenze... Durante os seis dias que fiquei nesta cidade, visitei as cidades de Pisa, Lucca, San Gimignano, Siena, Arezzo, Cortona e Cinque Terre... Muitas, não é mesmo? Rsrs Todas serão detalhadas aqui no blog...

Está ansioso? Então, pega o seu livro de história empoeirado da 8ª série, um pote de sorvete de chocolate com nocciola, sua base para o roteiro da sua viagem e VEM COMIGO para...

Marcelino, como está a Itália??? Magiorno - Dia 12 - Florença/Firenze

Levantei com aperto no peito... Deixaria Veneza! Arrumei minha mochila com dó...rsrsrs Saímos do hotel e fomos direto para a parada do vaporetto. Eu já olhava tudo com saudade... a Ponte Rialto, as lojinhas, os canais, tudo... Entrei no vaporetto com vontade de falar para o funcionário que abriu a porta: "Não sei se vou..."... Mas, entrei...

A viagem foi rápida até a Estação Santa Lucia... Quando desci do vaporetto e olhei para trás, vi a mesma imagem que me deixou emocionado quando cheguei... Linda, esplêndida, maravilhosa... Fiquei mais alguns minutos até que acordei quando o Eduardo falou que já estava quase na hora do trem chegar. Tomamos café na Estação - 1,00 um croissant e 1,60 euros um Café Latte. Fiquei em silêncio por alguns minutos... Eu já estava quase no meio da viagem, com muitas coisas para ver... Mas, Veneza me encantou...

Bem, tomei o café e acordei! A estadia em Veneza foi linda? Foi... Mas, tínhamos muito pela frente...

O PULO DO (GATO) TURISTA: Comprei minha passagem Veneza/Firenze com antecedência pela internet (aproveitando os descontos) e paguei 26 euros, em trem Eurostar - 2h de viagem... Por curiosidade, fui ver quanto eu pagaria se fosse comprar o bilhete na hora para o mesmo trem: 56 euros... 30 euros A MAIS! Se eu fosse comprar, poderia pagar menos e ir de trem regional - 4h de viagem - 25,30 euros... Ou seja, eu paguei o mesmo valor do trem regional, para o trem Eurostar e economizei 2h de viagem... Planejamento é tudo!

O trem, como sempre, chegou no horário: 8h27m. Embarcamos e fiquei surpreendido: no nosso vagão, de um lado só tinha japonês e do outro somente brasileiros... rsrs Eu não sei se foi de propósito ou uma grande coinscidência, mas foi engraçado...

Chegamos na famosa Estação Santa Maria Novella e, definindo em apenas uma palavra: CAOS! Nunca vi, desde quando cheguei na Itália, tanta gente... um formigueiro enorme.... Vimos dois guardas... fomos em direção a eles somente para perguntar qual lado era a rua que procurávamos... De repente, um rapaz se atravessou na minha frente e fez uma pergunta para o guarda... Pensei: total falta de educação... Neste momento, o guarda gritou com o rapaz: "NÃO SOMOS PONTO DE INFORMAÇÕES TURÍSTICAS, SOMOS GUARDAS ENTENDEU?!?! GUARDAS!!! PROCURE EM OUTRO LUGAR". E falou um monte de palavrões para o rapaz... Nossa, eu e muitos turistas em volta ficamos espantados. Fiquei louco para sair dali... Já estava nervoso com aquela multidão, mais esse "complemento"... Imagina a cena: se o rapaz não tivesse passado na minha frente, teria sido comigo... Essa eu agradeci...rs

Saímos da Estação e, com o mapa e a ajuda de algumas pessoas, encontramos o hotel... (Depois descobrimos que o hotel fica a alguns metros de distância da estação, por outro caminho... demos algumas voltas...rsrsrs creio que ficamos atordoados com os gritos do guarda). Como sempre, fico com receio quando chego em uma Cidade-Base devido ao hotel... Interfonamos e subimos... Chegamos ao Locanda di Firenze... http://www.locandadifirenze.com/

Uma moça muito simpática - Angélica - nos atendeu... Falou que nosso quarto já estava pronto... A entrada do hotel parecia um albergue... Uma grande mesa, com dezenas de livros, guias...etc. Entramos no quarto... Quando eu vi, me joguei na cama... ÓTIMO! Tinha ar condicionado, frigobar, um banheiro enorme, espaçoso... Graças ao Santo Protetor dos Viajantes... E tudo por 49 euros a diária... Sim, isso mesmo! 49 EUROS!!!! Claro, consegui esse preço porque reservei com quase 6 meses de antecedência... E valeu a pena! Os móveis eram um pouco antigos, mas quem se importa??? Tomei um banho MARAVILHOSO e fomos almoçar... Nossa, bom começo para Firenze.

Perguntei para a Angélica onde estávamos... Ela pegou um mapa e, muito gentil, nos informou certinho... O Locanda fica a 3 minutos a pé da Basílica de San Lorenzo... Muito perto do Duomo, ou seja, praticamente no centro... mas, antes de qualquer coisa, eu precisava almoçar... Observação: eu já estava ficando nervoso... as 14h30 era o horário para a minha entrada na Galleria Uffizi...

Basílica de San Lorenzo

Aqui, uma foto do site http://entertainment.howstuffworks.com/arts/artwork/michelangelo-buildings1.htm para você ter uma idéia da extensão da Basílica...

Encontramos um restaurante MARAVILHOSO perto do Locanda... o Ciro e Sons - Via del Giglio, 28r - http://www.ciroandsons.com/. Muito requintado... quando eu entrei, pensei que deixaria todos meus euros ali...




A água San Pellegrino na Itália, diferentemente do Brasil, é muito barata...

Almoçamos muito bem MESMO! Descobrimos que o restaurante é de uma família e TODOS trabalham lá... Se você entrar no site do restaurante - acima - você clica em famiglia e verá uma foto linda de todo o clã... Um filho é chef, o outro sommelier, os gêmeos são garçons... e tem fotos dos netos na entrada! Achei muito legal!

Nossa conta: 1 Salada (5,50 euros); 1 Gnocchi (7,90 euros); 1 Risotto (9,90 euros); 1 água (2,50) - Serviço (3,87 euros). Total: 29,67 euros - 14,85 euros para cada um... Por um almoço maravilhoso em um lugar lindo...

Mais alguns minutos de caminhada e...

O Duomo...
Já falamos dele aqui:




As portas do Batistério...
Já falamos dele aqui, lembram?





Eduardo, como milhares de pessoas, tirando foto dos portões...

E a foto que ele tirou para mostrar os relevos das placas...

O Duomo, novamente...


As fotos ficaram um pouquinho escuras, pois o sol não apareceu nesta manhã...
Mas, as que tirei a tarde... nossa... Já mostro...rs

O Duomo e o Batistério são repletos de detalhes... É impressionante! Agora, se você me perguntar qual dos dois é o mais bonio - Duomo de Milão ou de Firenze - eu não sei responder... Eles são diferentes, mas iguais em sua imponência... Não entramos, pois neste dia era para "reconhecimento de área" em Florença... Até porque eu já estava suando... A Galleria Uffizi estava perto...

Seguindo reto por uma rua movimentadíssima ao lado do Duomo,


Chegamos a...

Piazza della Signoria...



A réplica de Davi...






Agui eu, segurando a mão da Medusa, que considero um dos personagens
mais injustiçados dos mundo... Foi estuprada e ainda levou como
punição seu aspecto horrendo...


Dessa foto eu gostei...


Descansamos alguns minutos admirando a praça - mas meu coração já batia mais forte... Seguimos para a fila da Galleria Uffizi e mais uma vez eu quase me ajoelhei por ter comprado o ticket on line... Falamos aqui no blog da Uffizi:


O bilhete on line custou 14 euros - 11 euros o ingresso e 4 euros pela reserva online (que eu pagaria até mais para não ficar naquela fila) ... No site, o valor do ticket é menor, mas estava este preço devido a uma mostra paralela que estava na Galeria neste período - Mostra Vasari... Entramos em uma fila que tinha duas pessoas (Senhor, mais uma vez obrigado pela internet e os tickets online...), trocamos os vouchers impressos pelos tickets e lá fomos nós...

Se você comprar o ticket online, leve impresso o voucher e troque
pelo ticket acima...

Entramos... e meu coração estava em ritmo acelerado... Vocês lembram o motivo, não é mesmo? (http://toindoparaaitalia.blogspot.com/2011/03/um-sonho-ser-realizado.html)...

A Galeria é enorme... Realmente se você quiser ver tudo com calma, apreciando as obras de arte, guarde um bom período para ela... Para não perder nada, eu comprei um Guia na loja da Galeria...

Guia - Uffizi - 10 euros, com um mapa da Galeria na capa interna...
Olha quem está na capa do Guia?!?!

Evidentemente que não pode tirar foto... Nem tente... Há diversos guardas, inclusive à paisana... Uma moça mexeu na bolsa dentro de uma das salas e um guarda já ficou por perto... Mas, consegui tirar uma do corredor principal que é menos observado...


Nunca, em toda a minha vida, eu vi tantas obras de valor incalculável reunidas... As salas são organizadas de acordo com o período ou por pintor... Eu só pensava na sala 10-14... Botticelli... Passamos pela Lippi, Pollaiolo... e, de repente, eu vejo uma pequena placa que, com certeza, eu enxergaria a quilômetros: Botticelli... Admito com todas as letras: meus olhos começaram a encher de lágrimas... Vi, de longe, um pedaço da moldura... Eu não escutava mais nada... E fui seguindo... Nenhuma outra obra importava naquele momento... Nada mais importava naquele momento... As salas, com um barulho infernal devido a enorme quantidade turistas, ficaram totalmente em silêncio... As pessoas que estavam ao meu lado, sumiram... Eu não escutava mais nem o Eduardo falar... E, como seu eu não tivesse dado nenhum passo a mais, ele surgiu na minha frente...

O Nascimento de Vênus - Botticelli
Foto: Wikipedia...

Sinceramente, não sei como explicar para vocês o que eu senti naquele momento... Gostaria de encontrar alguma palavra, frase,... algo que eu pudesse materializar apenas para dar um exemplo da dimensão da minha emoção... Mas, não encontro... Ele é mais do que lindo... É formidável, maravilhoso, soberbo, magnífico... é lindo! Não me pergunte o tempo que fiquei parado olhando, porque eu não sei... E aviso: para a realização e a emoção de concretizar um sonho, qualquer período de tempo nunca é suficiente...

Bem... contra a minha vontade - eu ficaria horas naquela sala - eu segui em frente... Depois que enxuguei meu rosto, é que eu percebi a Primavera, também de Botticelli, na sala e outras obras incríveis dele. Nesse momento fiquei muito feliz de ter comprado o Guia... A segurança na sala é enorme.

A próxima sala é a do Leonardo da Vinci... Sim, também é linda, mas eu confesso que eu dei uma escapadinha e fiquei olhando O Nascimento de Vênus novamente pelo canto da porta...rsrs Nas duas salas, você realmente percebe qual é o motivo desses nomes permanecerem na história... Os quadros de Leonardo são de uma elegância divina.  E aviso: você fica até um pouco desconcertado pensando: "Eu estou na frente de um quadro do Leonardo da Vinci..."

Continuando a visita, passamos pela sala dos Mapas Geográficos, Dürer (com dois quadros - Adão e Eva - que eram as figuras que ilustravam o início da Bíblia que a minha mãe tinha quando eu era criança...), Mantegna, até chegar em Michelangelo... Como todos sabem, Michelangelo não era pintor e sim escultor (palavras dele...), mas conseguiu fazer coisas magnifícas, como a Sagrada Família...

Sagrada Família - Michelangelo...
Primeira obra a retratar o Menino Jesus em outro ângulo
e não no colo da Virgem...

Se você quiser uma explicação detalhada das obras, o Guia - mais uma vez - é indispensável... Sem mencionar que é uma aula de história. Imagina a cena: você com o guia na mão, vendo a história, dados, etc... da obra e a PRÓPRIA ali, na sua frente... Realmente,... não tem preço...rsrsrs

Raphael Sanzio, Tintoretto, Rubens,... depois de passar por diversas obras, algumas de deixar qualquer um paralisado,... cheguei no final da Galeria... Opa! Estava faltando um: onde estava Caravaggio? Não poderia jamais sair da Uffizzi sem ver as obras deste mestre da "luz e sombra"... Corri para um monitor: "Onde estã a sala do Caravaggio?". Após indicado o local, lá fui eu e o Eduardo... Nesta sala, há obras magnifícas... e duas das mais famosas: Baco e a Medusa (você já sabe que sou fã dela...)

Baco - Caravaggio

O PULO DO (GATO) TURISTA: Deixe um tempo considerável para visitar a Galeria Uffizi... É uma blasfêmia você visitar este lugar repleto de história e obras de valor incalculável rapidamente... Faça VALER sua viagem...

Saímos muito tarde da Galeria... Estavam quase fechando... E, para ser sincero, eu queria ficar mais...rs Mas, vi o suficiente! Você pode me perguntar: Quanto tempo para a visita? E eu vou responder: depende! Se você só quiser "olhar", 1h30... Agora, para apreciar, umas 3h... 

Continuando o passeio...


Desenhos feitos por artistas nas calçadas...
Olhem a perfeição! Fui obrigado: dei 3 euros em moedas.

MEU DEUS: Waffer com Nutella!!!! 4 euros

Comprei algumas frutas aqui... lindas! Gastei 5 euros

Lembram do filme Borat?!?! Rsrsrs
Mas, não... eu não comprei!!! Juro!

Encontramos um mercado e fizemos algumas compras para o jantar e o lanche do outro dia... Gastamos 7,14 euros cada um... Chegamos no hotel e ahhhhhhhhhh.... ligamos o ar condicionado! Florença foi a cidade mais quente até este momento! Parecia uma sauna... o ar era extremamente quente, abafado... Parecia um forno! Entendo o porco assado, que tinha no mercado, abaixo:


Água de 2 litros na rua: 3,50 euros...
Encontrar a MESMA água no mercado por 0,25 centavos
NÃO TEM PREÇO... Quer dizer, tem né? Mas você entendeu...rs

A Angélica deixou a chave do hotel e do nosso quarto... ou seja, liberdade total para ir e vir a qualquer hora! Chegamos no hotel e ela não estava na mesa da recepção... Fomos para o quarto, fizemos um lanche, tomamos um bom banho e direto para a cama. Como comentei, a troca de cidade-base é muito cansativo... Mas, adianto: Firenze é linda!!!

GASTOS $$$ -
Gastos: Márcio (base apenas de um viajante para melhor compreensão)

- Café: 2,60 euros
- Passagem de trem: 26 euros
- Almoço: 14,85 euros
- Guia - Uffizi: 10 euros
- Ingresso - uffizi: 14 euros
- Waffer: 4 euros
- Frutas: 5 euros
- Mercado: 7,14 euros
- Diária no Hotel Locanda di Firenze: 49 euros (24,50 para cada um) - http://www.locandadifirenze.com/  

TOTAL DO DIA: 108,09 euros

PREVISÃO DE GASTOS DO 12 DIA - ROTEIRO FINAL: 120 euros

SOBROU: 11,91 euros

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Meu encontro com a Claudete...

Bom dia, meus amigos...

O blog me deu de presente coisas fantásticas e pessoas indescritíveis que hoje fazem parte da minha vida... Durante toda a trajetória - da criação ao "quase" final dele - só tive alegria... E a minha satisfação de poder ajudar as pessoas é um sentimento único... sem explicações...

No meio de todas essas coisas maravilhosas, conheci uma pessoa que - para quem acomapanha o blog - dispensa apresentações... a CLAUDETE! Lembram dela? Ela ganhou aqui no blog um MARCADOR ESPECIAL - Claudete na Itália... ( http://toindoparaaitalia.blogspot.com/search/label/Claudete%20na%20It%C3%A1lia) e virou a primeira "novela blogista" do TÔ INDO PARA A ITÁLIA...

Esses dias, recebi um email da Claudete: "Márcio, estou indo para Curitiba e quero te ver..." O QUÊ??? Eu vou conhecer a Claudete?!?! Fiquei muito nervoso e ansioso... E hoje foi nosso encontro...


Ela é exatamente como seus emails: divertida, alegre, jovial,... quando a vi chegando, ela já veio de braços abertos... Quer melhor recepção do que esta?!?

Claudete, não tenho palavras para te descrever... quem sabe ÚNICA e ESPECIAL poderiam chegar perto... Espero, de coração, que esta amizade que começou aqui, continue SEMPRE...

Ah, agora estou em dívida... Vou ter que ir no Rio de Janeiro visitá-la... que chato... rsrsrs!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Relato de viagem... por Rosana Siqueira Lessa

Bom dia, amigos...

Uma pausa nos meus relatos... (Calma, Florença está chegando...rs)

Vocês sabem que o blog também é um espaço para os leitores divulgarem suas experiências e seus relatos... Quanto mais dicas, informações,... melhor! Foi com grande prazer que recebi o email da Rosana Siqueira Lessa... Rosana, agradeço suas palavras e suas informações... Com certeza irá ajudar a muitos que estão planejando suas viagens... Aqui não é o Facebook, mas MUITO OBRIGADO por compartilhar...rs

OBS: Se você quiser, pode mandar seu relato... será um prazer publicá-lo!

OBS2: A Rosana comentou no relato que não conseguiu almoçar em nenhum restaurante que listei em meu roteiro... Bem, eu só consegui em dois...rs Mas, lembro a todos que postei estes lugares para uma BASE de preço dos almoços e jantares nas cidades...

OBS3: E é como eu sempre digo... o blog não me dá nenhuma rentabilididade em dinheiro, pois não foi esse o objetivo de sua criação... O OBJETIVO PRINCIPAL do TÔ INDO PARA A ITÁLIA é ajudar pessoas que querem viajar para outro país e está cheio de dúvidas... Como eu estava no princípio... Mas, lendo as últimas palavras da Rosana, tenho certeza que sou MUITO BEM PAGO...

E vamos ao relato da Rosana?

TAMBÉM FOMOS PARA A ITÁLIA...

Oi Márcio!

Há algum tempo atrás, escrevi para você elogiando o seu blog e a maneira de você escrever, os detalhes, a organização, enfim, tudo que já devem ter lhe dito.

Bom, eu e minha irmã fomos a Italia no dia 5 de agosto e voltamos no dia 25. Foi maravilhoso, mas também cansativo. Nunca subi tanta escada e ladeira na vida!

Enquanto estávamos lá, ficávamos vendo se você tinha postado algo sobre a cidade que estávamos se havia algum pulo do gato.

Depois de termos ido ao lago Como, e ficado triste por não andar no funicolare, ficamos menos triste, ao subir de ônibus, e ver que valeu a pena ter subido, a vista é espetacular e foi onde comemos a melhor comida de toda a Itália. Lá em cima ao lado da estação, há um restaurante simples, onde você é atendido pelo dono, o Sr. Antonio, que é quem prepara tudo, e a esposa faz as sobremesas. Comi uma polenta maravilhosa que não achei mais em lugar nenhum, o prato era salmão com polenta e batatas na brasa, e uma lasanha de carne, massa feita por ele. A cerveja maravilhosa e gelada o que nem sempre acontecia, tudo perfeito combinando com o visual de enlouquecer. Não queríamos mais sair dali.

De Milão fomos a Como e Lugano, que também é lindo.

Depois fomos para Verona, que achamos surpreendente. De lá fomos a Sirmione no dia do aniversário da minha irmã, 11 de agosto, indicação da Claudete, que valeu a pena. É uma cidade pequenininha no lago Garda.

Não fomos a Pádova, achamos que ficaria muito corrido e queríamos dar mais uma ultima olhada em Verona. Pena... vi sua postagem e fiquei com inveja.

A nossa capacidade para nos perder é algo impressionante, assim posso te dizer com certeza que fizemos Verona de ponta a ponta, assim como quase todas as cidades. Para a gente não adianta muito o mapa. É muito tenso! Cada vez que minha irmã via um saldi, saiamos da rota. Ou mesmo qualquer coisa diferente nos tirava do caminho traçado. Somos péssimas!

IMPORTANTE (não consegui comer em nenhum restaurante da sua lista ou mesmo de um outro livro que tínhamos, todos fechados! Férias) Em Siena gastamos um tempão procurando quando achamos , quase mortas de fome, estava fechado. Em Roma, aquele do comer rezar amar, perto da Praça Navona, estava completamente abandonado.

Bem, mas tudo isso faz parte, e foi tudo maravilhoso. O Bom de se perder é que conhecemos coisas que não estavam na programação, mas também faz gastar mais tempo.

A viagem de trem foi mais simples do que pensamos, mas como somos cariocas, prestamos mais atenção em pessoas estranhas, e no trem, passamos por um momento muito tenso, quatro rapazes super estranhos sentaram do nosso lado e de um casal ao lado que estavam dormindo, acho que eles roubaram o casal...

Cada vez que os que estavam do nosso lado se mexiam, eu achava que iriam tirar alguma arma. E não adianta você falar para uma carioca que é seguro deixar a mala lá no início do trem e sentar em lugar que você não terá nenhuma visão da sua mala, porque com certeza ela não vai deixar a mala por nada!

Encontramos muitos brasileiros, a maioria muito gente boa, e outros que dá até vergonha...

Fomos muito bem tratadas pelas pessoas com mais idade, que eram sempre quem nos perguntava se precisávamos de ajuda, onde estávamos querendo chegar, alguns até saiam da rota deles para nos mostrar o lugar. Mas em alguns hotéis, o pessoal não era muito simpático.

Minhas melhores lembranças: O Duomo de Florença, Davi, Veneza, a Última Ceia e a Capela Sistina.

A grande paixão da minha irmã foi Verona e Veneza.

Falando em Veneza, eu falei com aminha irmã que a cidade balançava, e isso me fazia muito mal, ela disse que eu era louca, até que você colocou no blog a sensação que tiveram, e aí eu me vinguei, pois não era a única.

Se pudesse voltar, voltaria para a Toscana, foi a região que mais gostei...

Nossa experiência em Cortona não foi muito boa, quando chegamos parecia uma cidade fantasma, e não havia onde comprar o bilhete de ônibus, pois chegamos na hora do almoço, tudo fechado, mas conseguimos pegar o transporte mesmo assim, e ao subir e ver aquele visual deslumbrante, valeu a pena...

O nosso vôo fez escala em Portugal, e na ida aproveitamos para dar uma volta rápida em Lisboa, fomos a Belém comer pastel de Belém e bolinho de bacalhau.

O aeroporto é péssimo, uma fila de mais de uma hora na imigração, banheiros imundos, parecendo os de rua em dia carnaval, telefones sem funcionar e pessoas grossas para o atendimento ao público. A cidade é muito bonita, e foi tranqüilo pedir informação na rua e chegar ao nosso destino. Nada como falar o mesmo idioma.

Na volta novamente a fila quilométrica na imigração, quase nos faz perder o vôo.

Ah! Esqueci de Roma. Gostei. Mas não fiquei deslumbrada.

Deslumbrada só fiquei em Verona, em Siena ao anoitecer, e ao descer da estação em Veneza.

Bem Márcio, esse texto quilométrico contando mais ou menos como foi nossa viagem nada mais é que uma maneira de agradecer as dicas, tudo que você postou antes e depois, é de muita ajuda, e você se tornou um amigo, pois compartilhamos muito nestes meses de preparação da viagem.

O Eduardo virou um amigo por tabela, cada rapaz de chapéu com o físico um pouco parecido, a gente lembrava de vocês, falávamos em vocês, pegávamos as anotações, e minha irmã as vezes perguntava: O que o Márcio escreveu sobre isso? Ou então, Será que o Márcio tem fotos melhores? (tiramos quase três mil fotos).

Lembramos da Claudete, das emoções, ou seja, pessoas que conhecemos sem conhecer, mas que fazem parte desse momento da nossa vida, fazem parte dessa viagem, e que contribuíram para realizarmos nosso sonho. Valeu por tudo! Estaremos aqui acompanhando seus relatos, e se precisar de algo estamos às ordens.

O anexo é uma foto nossa no restaurante em Como, o do S. Antonio. Achei injusto você não saber como é a pessoa que fala com você. (eu sou a da direita, e minha irmã Anne).

Beijos!


sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Meu relato de viagem - dia 11 - Veneza

Bom dia, meus amigos...

Estou um pouco lento com as postagens... peço desculpas... estou estudando e em semanas de provas... Logo logo tudo se normaliza... Bem, viram agora que temos ao lado um quadro do Facebook, não é? Agora você não tem mais motivos para não curtir a página da blog... E outra coisa: 4 SEMANAS SEGUIDAS como um dos 30 blogs mais votados do TOP BLOG - ícone abaixo do Facebook - OBRIGADO, AMIGOS...

E então, vamos para Murano e Burano?!?

Marcelino, como está a Itália??? Magiorno - Dia 11 - Veneza - Murano e Burano

Acordamos e tomamos café no hotel... bolachas, pão, queijo... tudo do mercado. Arrumamos as mochilas e partimos para pegar o Vaporetto em direção a Murano e Burano...

O PULO DO (GATO) TURISTA: Pegamos o Vaporetto para Murano em uma parada na Piazza San Marco... Usamos o ticket do Vaporetto tanto para ir a Murano, como Burano...

A Piazza San Marco... com os primeiros raios de sol...


Como de costume, nem senti o tempo passar... Passear de barco por Veneza, pelo Grande Canal... indo em direção as ilhas... é uma sensação indescritível. Ainda penso: como pode alguém não ter gostado de Veneza?!?! É linda, linda, linda... Ainda mais pela manhã, o sol acordando e iluminando as águas dos canais... Respondendo um email, uma leitora do blog perguntou se ela colocaria um dia a mais na viagem para conhecer Veneza... Não pensei duas vezes... Sim, sim, sim... Não tem outra resposta e ponto final! Como vocês podem perceber, virei fã incondicional! E com muito gosto...


Chegamos na Ilha de Murano... Era muito cedo... e já fomos caminhar para conhecer a região...


Ruas de Murano...

e, claro, a famosa arte de vidro da ilha...

Olha essa fonte: parece uma E.T.... rs


Canal de Murano...

Estavam reformando uma casa... Consegue imaginar essas duas
betoneiras em cima dos barcos?!?


Em frente ao Museu do Vidro...
Entramos neste museu com o MUSEUM PASS, que cobria este bilhete...
Quer saber? Totalmente dispensável... ainda bem que não paguei!
O valor do ingresso é 8 euros.
Um monte de vidro velho, sujo e quebrado... vale somente por um lustre
que tem no meio de uma das salas...




A Igreja de Santa Maria e Sao Donato... Parece novinha em folha...


Após o "reconhecimento de área", fomos procurar as famosas demostrações de trabalhao com o vidro... Há na ilha diversas fábricas. Não é difícil você encontrar, até porque há funcionários das fábricas nas portas chamando os turistas...





Para ser bem sincero? Decepção! Primeiro: você paga dois euros para ver uma demostração super rápida... Segundo: os vidreiros faziam tudo com extrema má vontade... Terceiro: no final, eles "empurram" você para a loja, com uma chamada fantástica: tudo com desconto de até 40%... Papo de vendedor... Um cavalo, na loja, estava custando 90 euros... Vi o mesmo, O MESMO, cavalo em uma loja em Veneza por 22 euros... Não dá né?!?! Saí correndo...

Ficamos pouco tempo em Murano... Como mencionei, não gostei muito... Achei sem graça, sem comentar as duas "grandes atrações": o Museu do Vidro e as fábricas... Não sei se eu estava esperando mais, mas... não me convenceu. Pela primeira vez, durante minha viagem, senti vontade de sair de uma cidade... Sabe aquela sensação de tempo perdido?!? Em um comentário, um leitor me perguntou qual cidade eu retiraria do meu roteiro... Agora posso responder: Murano!

Seguimos para Burano... Pegamos o barco no mesmo local de chegada... Antes de chegar, fiquei com receio de ter a mesma impressão sobre Burano... Ainda bem que, às vezes, nos enganamos...rsrs

O "Pelourinho Veneziano"...






A torre totalmente torta... Para vocês terem uma idéia:
Esta foto está completamente reta!





A praça onde almoçamos...



Flor no vaso - fechada...

Flor no vaso - aberta... rsrsrs
Não esperei abrir, não...rsrs São duas janelas diferentes, mas totalmente iguais...rs

Burano é simplesmente linda! Eu adorei... O que não me encantei com Murano, me encantei o dobro com Burano... As ruas, as vielas, a praça, as pontes... parece uma cidade cenográfica... você não acredita que pessoas moram ali... rsrs. É tudo tão perfeito, tão gostoso... Ainda bem que saímos cedo de Murano e fomos para lá... Almoçamos no mesmo restaurante que Elizabeth Taylor almoçou...rsrs Gastamos 37,20 euros - 18,60 para cada um - por um prato de massa, com frango e um prato de peixe com salada, mais uma água grande geladinha...

Não é preciso muito tempo para você conhecer a cidade... é uma ilha pequena... Depois do almoço, ficamos na praça e aproveitamos para comprar lembranças dos vidros de Murano... Há umas barraquinhas vendendo peças por 1/3 do valor pedido na outra ilha. Comprei uma família de sapos - uma sapa e três filhotes - para minha mãe... Ela adora enfeitar o banheiro com tudo relacionado a sapo...rsrs Paguei 3,50 euros... Encontrei a mesma família em Veneza por 11 euros... Economia total!

Marque no seu caderninho: Murano... não muito, mas Burano... ah, vale muito a pena....

Voltando para Veneza, vimos o cemitério da cidade...

O cemitério de Veneza...


Um jantar regado a vinho... Pizza: 12 euros - Jarra de vinho: 9 euros
Total: 21 euros - 10,50 euros para cada um


Não resisti... rs

Aproveitamos para andar em outros pontos de Veneza...


A ponte Rialto...
Descemos e fomos em direção as lojinhas e
fizemos as últimas compras de lembranças


Nosso último pôr-do-sol em Veneza...




Bem, eu não fiz isso porque detesto pombos...
Mas, se você gostar... é um prato cheio... para eles, no caso!

Eduardo apreciando a água subir...



Olha ai eu... Admirando a Igreja della Salute em um
passeio maravilhoso de Vaporetto... Vimos o pôr-do-sol e o anoitecer...


Se você encontrar esta Gellateria/Sorveteria: PARE!!!
E peça o de Nutella... Minha Nossa Senhora....
(A leitora do blog - Andrea Gama - postou lá na página
do facebook o endereço da Gellateria - 
BOUTIQUE DEL GELATO: Castello 5727, salizzada San Lio. Vaporetto Rialto
OBRIGADO, Andrea)

Ah, eu olhando a janela... De repente, meu chapéu -
o que eu paguei 4 euros - caiu no canal... Ficou poucos minutos...
Um gondoleiro passou e pegou... rs

Uma leitora perguntou como fazíamos para lavar roupas... Bem... esta aí! Rs.

Voltamos para o hotel, tomamos um bom banho e vestimos uma roupa mais apropriada... Queríamos conhecer o famoso e requintado Harry's Bar ( http://www.harrysbarvenezia.com/ - Chegando na Piazza San Marco, é só perguntar onde fica... é muito fácil encontrar)... Para fechar com chave de ouro nossa estadia em Veneza, gostaríamos de tomar o idolatrado drink Bellini - suco de pêssego e champagne - servido com honra. Já sabíamos que era caro - 15 euros - mas, tradição é tradição...

Chegamos no bar... Decepção! Primeiro: pequeno demais! Segundo: o ambiente cheirava a cigarro e charruto a quilômetros; Terceiro: Gente muito esnobe...; Quarto: os garçons?!? Nem vou comentar... Sem falar que estava lotado e, sem reserva, nem passe da porta...

Olhei para o Eduardo e disse: "Já sei o que fazer...". Saímos, passamos na primeira lanchonete e compramos duas garrafinhas de Bellini pronto - 2,50 euros cada uma - sentamos na beira do canal, levantamos a calça, tiramos o sapato, abrimos a garrafinha e... saboreamos um Bellini... com os pés balançando nas águas de Veneza... Sim, fechamos com chave de ouro!


Olha aí a garrafa do Bellini... Essa é a grande, mas existem as pequenas!

Fui dormir extremamente satisfeito e realizado. Veneza foi um sonho realizado e fantástico... Incrivelmente linda, única, maravilhosa, esplêndida... Entendi todos os comentários, todas os elogios, tudo... que já foi falado e escrito sobre Veneza. não deixem de ir! Vai a Itália? Coloque Veneza no roteiro... Fechei os olhos com a sensação de dever cumprido... Mas, um pouco triste... Estava terminando meu último dia em Veneza... e estava na hora de ir embora...


GASTOS $$$ -
Gastos: Márcio (base apenas de um viajante para melhor compreensão)

- Almoço: 18,60 euros
- Jantar: 10,50 euros
- Gelatto: 3 euros
- Bellini - 2,50 euros
- Diária no Hotel Caneva: 50 euros (25 para cada um) - http://www.hotelcaneva.com/albergo.html  

TOTAL DO DIA: 59,60 euros

PREVISÃO DE GASTOS DO 11 DIA - ROTEIRO FINAL: 100 euros

SOBROU: 40,40 euros

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...